O Jugo É Abominável!...

O Jugo É Abominável!...

Carmen Ortiz Cristal

 

Incrível como os fatos se repetem... As relações humanas parecem estar baseadas sempre em uma mesma forma de sentir e reagir. O egoísmo, o ciúme, a possessividade vão ditando as regras, fazendo do que seria felicidade um mundo de torturas, gerando amargos sentimentos que, aos poucos, vão matando a beleza de uma parceria, fazendo com que um amor, ou uma amizade, vá se tornando algo impossível de ser preservado... Infeliz é o homem que vive à procura de um amor, esteja encontrar a paz e a felicidade, antes disso ele mesmo vai eliminando as oportunidades de uma convivência que lhe faria conhecer o real prazer de viver... Todos deveriam, antes de construírem suas prisões douradas, parar e pensar!... Para um pássaro, por mais bela e segura que seja uma gaiola, é antes de tudo uma prisão e uma prisão é tortura... Ninguém consegue viver assim, e nem o outro tem o direito de proceder dessa forma, principalmente em nome de um sentimento que deveria ser superior, compartilhado com confiança, carinho e respeito... Por isso e com certeza, na gaiola, por menor que seja, há uma porta e um belo dia, mesmo que seja, apenas, uma fresta, ela se abrirá e o pássaro-prisioneiro, por ela voará!... Todo ser vivo, racional ou irracional, nasceu para ser livre...

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h59
::
:: Enviar esta mensagem

Ausencia

Ausencia

Pablo Neruda

 

Apenas te he dejado, vas en mí, cristalina o temblorosa, o inquieta, herida por mí mismo o colmada de amor, como cuando tus ojos se cierran sobre el don de la vida que sin cesar te entrego.

Amor mío nos hemos encontrado sedientos y nos hemos bebido toda el agua y la sangre, nos encontramos con hambrey nos mordimos como el fuego muerde, dejándonos heridas.

Pero espérame, guárdame tu dulzura.
Yo  te daré también una rosa.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h56
::
:: Enviar esta mensagem

É Urgente Viver!

É Urgente Viver!

S.Bernardelli

 

Ainda, Viver é Show Fantástico.

Por mais simples que seja sua vida, faça dela vários canteiros de flores.

Ouse viver seus sonhos sem perder a realidade... Faça suas mudanças de rotinas sem sofrimento...

Use sempre de leveza e espontaneidade nas suas respostas e mantenha a sua harmonia interior...

Capitalize seus infortúnios e retire deles todas as experiências positivas para seu crescimento espiritual...

Busque sempre a verdade, pois isto é a coisa mais real... Faça tudo às claras e de maneira honesta...

Pela suas mãos se torne criativo expressando tudo que vai  ao seu coração...

Vivemos ás vezes com vários tipos pressões, mas por um dia se entregue à vida esquecendo suas dúvidas, tristezas, mágoas, raivas... Olhe para você mesmo e faça algo de bom para sua vida, alguma coisa mesmo que seja simples, mas que seja significativo...Viva os seus momentos presentes com toda a intensidade, lembrando...

Que é preciso urgente viver e que viver vale pena!

30/06/2007

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h50
::
:: Enviar esta mensagem

"Só para ficar...".

"Só para ficar...".

Andréa Maia.

Somando erros... Acertamos.

Sob dúvidas...Claramente nos enxergamos.

Entre as inúteis "briguinhas"...  Nos tranqüilizamos!

Um olhar...Algumas palavras...Pele na pele...

Bocas... Um leve beijo... Um ontem sem sentido...

O hoje! Ah!... Tão bem vivido!

Aquele amanhã... Aquela manhã!

Para despertar... Para poder sonhar...

Para poder sentir...Para poder amar...

Para quem quiser enxergar...Amor...

Que veio acima de tudo, para ficar!

Publicado no Recanto das Letras em 28/01/2007

Código do texto: T361123

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h42
::
:: Enviar esta mensagem

Desperdício

Desperdício

Isadora.

 

Ficará em mim, eu sei, o teu perfume e a visão do teu sorriso esvoaçante; ficará o vazio que, assim, de repente
chegou por companheiro de costume.
Eu tinha, toda à noite, a descoberta de um sonho estranhamente adorável, mas veio uma tristeza imensurável e encheu de pranto à noite da poeta.
Deixarei em ti, eu sei, minha lembrança e uma "pitada" de desesperança em achar que o mundo inteirinho é nada...
Ficará em mim uma saudade e  uma dose imensa de sinceridade que sem mais nem menos foi desperdiçada...

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h35
::
:: Enviar esta mensagem

Amor De Tarde

Amor  De Tarde

Mario Benedetti

 

Es una lástima que no estés conmigo cuando miro el reloj y son las cuatro y acabo la planilla y pienso diez minutos
y estiro las piernas como todas las tardes y hago así con los hombros para aflojar la espalda y me doblo los dedos y les saco mentiras.

Es una lástima que no estés conmigo cuando miro el reloj y son las cinco y soy una manija que calcula intereses
o dos manos que saltan sobre cuarenta teclas o un oído que escucha como ladra el teléfono o un tipo que hace números y les saca verdades.

Es una lástima que no estés conmigo cuando miro el reloj y son las seis.
Podrías acercarte de sorpresa y decirme "¿Qué tal?" y quedaríamos yo con la mancha roja de tus labios tú con el tizne azul de mi carbónico

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h27
::
:: Enviar esta mensagem

Escravidão

Escravidão

Elisa Santos.

Vai seguindo o rastro humano e irrevogável, por mais que entenda o intelecto, da alma é o decreto, dominar, quiçá, lucrar do próximo, ignorar direitos, acorrentar crescimento e valor.
Cultura do egoísmo! O homem generaliza, até ao passarinho priva de seu habitat e destino, quando o assunto é regalar-se à força bruta, cria leis e justifica-se, institucionaliza desatinos.
Discursos sofisticados, irrelevantes causas históricas; teorias econômicas surgem, são agravantes.
Ao abortar culpas explícitas, a humanidade Chora...

Em avalanche!  Na gaiola, homens e pássaros...
Não cantam! Nelas, sequer, feras amansam...
Publicado no Recanto das Letras em 12/05/2007
Código do texto: T485122

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h22
::
:: Enviar esta mensagem

Sua Felicidade

Sua Felicidade

Mellíss

 

Eu queria fazer parte da sua alegria, como uma lasca de lua enfeitando a noite calma do final do outono, como o canto do pássaro despertando o azul sonolento das manhãs da primavera, como um raio de sol a dizer que o verão incendiou o horizonte, como os fios da chuva que desenham arabescos de cristal pela vidraça...

Mas o seu sorriso anda longe de mim, distante como as aves que voam na amplidão, sutil como os dedos da aragem que embalam o arvoredo, salgado como as lágrimas que apagam o sabor dos nossos sonhos...

Entretanto, descobri que você disse, que não ficou amor  e nem saudade!

E assim, no clarão do seu sorriso, eu me vi deixar de ser sua felicidade... .

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h17
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..