Acho que nunca irei a Veneza

:: Postado por Sandra Bernardelli às 03h04
::
:: Enviar esta mensagem

O tempo passou!

O tempo passou!

Sussuluz.

O tempo passou...
Com ele se arrastou tão lindos sonhos sonhados, que no coração foram plantados.
O tempo passou, consigo levou a fantasia, que tanta felicidade prometia.
Hoje revejo, o meu dia-a-dia e a minha vida cheia de dores e prantos,

foram-se tão puros encantos.
O tempo passou, com ele desbotou tantas rosas de esperanças, deixando

apenas cinzas frias, onde repousam para sempre no túmulo da saudade,

os sonhos que outrora foram de uma inocente criança.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h10
::
:: Enviar esta mensagem

Sorriso

Sorriso

Silsaboia

Peso
fardo
medo
arrastão de suspiros.
 
Ninguém tem piedade
e nem sabe do que eu preciso.
Abençôo o milagre
que acontece
na alma
quando tropeço
em algum  sorriso.
 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h08
::
:: Enviar esta mensagem

Passagem.

Passagem.

António Castel-Branco

 

Estava perdido. Flutuava algures no limbo, entre a vida e a não-vida. Não via e sentia que no aconchego em que me via amparo não me faltava. Mas sentia e temia e sabia que perderia a certeza que vivia, no momento em que o silêncio que me envolvia se rompesse rasgado pelo gume afiado do tempo...E sofria e ansiava. E na espera dolente do instante supremo em que tudo terminaria, meu ser quase ensandecia recordando o fim com que principiaria uma nova romaria... Uma vida que se inicia.

Surpresa! Eu não morria...Eu nascia!

26/03/2007

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h03
::
:: Enviar esta mensagem

Máscaras da vida!

 

Máscaras da vida!

Arneyde T. Marcheschi

 

 Rostos escondidos casas sem janelas portas com gradil pessoas se escondem atrás de máscaras, com medo de enfrentar as verdades, os seus fantasmagóricos medo de mostrar seu interior. Mostram as fachadas maquiadas, lindas, atrai falsos amantes que não sabem ler nas entrelinhas dessa vida sofrida, surrada. O pedido de socorro que vem do coração em sufoco. Onde todos percorrem um falso caminho, um caminho sem voltas. Nas portas sem fechaduras segredos são mal guardados expostos aos maledicentes línguas ferinas sem consciência, apontam impiedosamente, nos lábios sorrisos sempre zombeteiros. No coração o escárnio. Tentam esconder o medo o caos, a desordem que impera em suas vidas. Olhado com descrédito resta-lhe a mortalha em vida. Criou para si uma falsa fachada, no banco não tem dinheiro nos bolsos, nem um tostão. Mas nas festas faz questão de comparecer, com jóias falsas, como são seus dias, escuros, sem alegrias. Uma notinha no jornal alegra-lhe o condoído coração, que por vaidade jaz morto, esquecido, escondido atrás do bronze frio que hoje esconde seu feio rosto, enrugado, carcomido, ontem, tão lindo, liso, viçoso e colorido. Vive sem eira nem beira, preocupado se em seu velório chegarão coroas de flores, se a sociedade sentirá sua falta, esse é seu temor. Ignora o pobre, coitado que a alma encarcerada já foi sepultada, e jaz chafurdando na lama de seus pecados de suas vicissitudes, triste solitária, clamando aos seus antigos amores, uma prece, uma oração para que possa sem máscaras, descansar em paz. E encontrar a saída do labirinto onde entrou, para que uma réstia de luz e esperanças, o traga de volta ao caminho de onde ele um dia por vaidade se desgarrou... E sozinho se aprisionou.

29/03/2007

Vitória. E. Santo

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h57
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..