Uma deliciosa RECEITA DA VIDA

Uma deliciosa RECEITA DA VIDA

Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência. Isso inclui idade, peso e altura.  Deixe o médico se preocupar com eles. Para isso ele é pago. Freqüentemente dê preferência a seus amigos alegres. Os “baixos astrais” puxam você para baixo. Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, Jardinagem, qualquer coisa. Não deixe seu cérebro desocupado. Uma mente sem uso é a oficina do diabo. E o nome do diabo é Alzheimer.  Curta as coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego. Lágrimas acontecem.  Agüente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda  é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver. Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta: Pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, Um hobby, o que for. Seu lar é o seu refúgio. Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver abaixo desse nível, peça ajuda. Não faça viagens de remorsos. Viaje para o shopping, para cidade vizinha, Para um país estrangeiro, Mas não faça viagens ao passado. Diga a quem você ama, que você realmente os ama, Em todas as oportunidades. LEMBRE-SE SEMPRE QUE: A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, Mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego... De tanto rir... De surpresa...  De êxtase... De felicidade...

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 00h06
::
:: Enviar esta mensagem

Ano Nova - Vida Nova.

Ano Nova - Vida Nova.
Neli Neto
Como sorriso de criança  ele surge lentamente  envolto de muita esperança  gritando de dentro da alma.  Como árvore brotando  desabrocha de sua seiva a vida repleta de sentimentos clamando por liberdade. Como luz ele reacende  no coração a alegria, dentro da alma a fé na imensidão do horizonte. Ano Novo... Vida Nova... Inúmeras expectativas sonhos alimentados lembranças revigoradas. Que venha logo, se assente trazendo amor e paz
mudanças em sua auréola envoltas pela amizade. E um novo ciclo se reinicia deixando o cansaço pra trás só restando o aprendizado mais um degrau alcançado. Novos rumos, novas faces novos desejos de vida saindo como magia de dentro de uma cartola. Ano Novo seja bem-vindo! Chegue manso e alvissareiro repleto de muitas flores descendo pelo arco-íris Com o bordão esperança se instale no meio de nós levando união entre os povos e a benção maior de Deus.

 

Tenham todos um 2007 cheio de Paz, Alegrias, Saúde, Prosperidades e Repleto de Realizações!

São os mais sinceros votos de Elisabeth Stefani.

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 23h54
::
:: Enviar esta mensagem

"Feliz 2007"

"Smareis.

Mais um ano está chegando ao fim, e na beleza das noites iluminadas, os sonhos de muitos corações se preparam para a viagem à procura de suas realizações, que ocorrerá durante todo o ano vindouro. A mesma ocorreu no ano que por hora se finda. Sonhos saíram, alguns já voltaram sorrindo e outros, de mãos vazias, aguardam a chegada do novo ano, para seguir numa nova busca. A realização para os sonhos de alguns, quase sempre, se perde na metade do caminho, mas, se Deus quiser, ainda terão muitos outros anos para encontrá-la. Sabemos disso porque enquanto o ser humano tiver, Ele do lado fôlego de vida, família e amigos, estarão no caminho certo e seus sonhos jamais deixarão de existir. Desejo do fundo do meu coração que, cada vez que seus sonhos seguirem viagem, eles sempre voltem para sua vida transbordando de realizações. Que a felicidade seja um passaporte para que seus sonhos embarquem na “Viagem das Realizações do ANO NOVO”. E quando a meia-noite trouxer o Novo Ano para o mundo, e os fogos de artifício anunciar a sua chegada, nossos sonhos sairão por aí... Que no próximo ano possamos ainda ser amigos, e esperarmos juntos a chegada dos nossos sonhos que partiram, comemorando com imensas taças de amizade verdadeira a vinda e a realização de cada um. Desejo que 2007, você realmente ouça as palavras que sempre desejou ouvir, e pronuncie as frases que um dia desejou repetir. Sinta a emoção que sempre esperou sentir, caminhe pelos trilhos que um dia desejou seguir, e divida o carinho com quem sempre desejou repartir. Abrace todos os amigos que sempre desejou reunir, e viva a vida que sempre sonhou existir... Que Deus tome a frente sempre na sua vida, e que nas noites sem luar, as estrelas brilhem mais fortes, iluminando o longo caminho para sua felicidade.

"Feliz 2007"

:: Postado por Sandra Bernardelli às 23h17
::
:: Enviar esta mensagem

Feliz Ano Novo

Feliz Ano Novo

Ana Sarasvathi

Neste ano que está surgindo, cheio de promessas e esperanças seja marcado pela alegria,

pelo amor e realizações.
Que o futuro abra as portas de todos os corações, para o otimismo e  a compreensão.
Desejo que toda felicidade desse novo tempo caiam como uma enorme chuva universal,
tornando o mundo um lugar melhor para se viver, todos unidos pelo  amor incondicional e a solidariedade.
Na passagem do ano, que a luz divina se ascenda dentro dos corações de todo planeta, se fechando  para ambição, desilusão, desamor, orgulho e egoísmo.
Que a promessa do ano novo seja repleta de esplendor e magia.

Um Ano Novo Mágico para você!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h58
::
:: Enviar esta mensagem

Proposta Ao Universo

Proposta Ao Universo

Caio Amaral

Admirar  em sua plenitude as obras do Criador.

Sentir o magnetismo da lua e embriagar-se  com toda sua beleza receber a força do Sol,

a sua energia e usufruir do seu calor.

Emocionar com o brilho de uma  estrela,  no seu tom e leveza no azul do céu,   na força dos astros,

no cosmo e em todo seu valor.

Estar em plena paz e perfeito equilíbrio com a mãe natureza.

Enternecer  com o canto dos pássaros e com a delicadeza da  flor.

Ter respeito à  fauna,   à flora e garantir sua necessária defesa.

Zelar pela água dos rios, lagos e oceanos e todo o seu esplendor.

Admitir que amar a si próprio é o prêmio de maior valor.

Receber a  vida com  toda a alegria de ser desejar que  mundo tenha saúde, paz  e amor.

Que a evolução da matéria e a fé em Deus esteja em constante crescer!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h53
::
:: Enviar esta mensagem

Novo Tempo Desdobrado

Novo Tempo Desdobrado

Véra Lúcia de Campos Maggioni.

Vera & Poesia

Ano Velho rematado, Ano Novo alinhavado! Reveza-se no ritual de passagem temporal. Novo tempo, sinônimo de paz e esperança! Sonante repicar de reprise cadenciada. Comemora-se em todo o lugar; é essencial. Data a rejubilar, confraternização Universal! Rosários de promessas e infinitas ilusões. Fogos e festas relumam no espaço e nos sonhos.Há um requinte de sentimentos; - Uma revigorante alquimia no ar. Relega-se o alfarrábio amarelado. O relicário permanece e renova-se. O novo engalanado de branco dá sua entrada. Veste a vida, enfeita a alma, por quanto tempo? É de grande orientação, quando a mensagem é captada. Ano Velho desertado e o Novo Ano abraçado!Novo tempo, explica algo mais a ser elucidado; - É  festa primaz! Qual a grande lição-razão do ritual reportado?- No ser interior a grande passagem faz espera.  Dá-se no remanejo, na remissão,  na  repintura interna; - No devir.

Santa Rosa-RS

Poema escrito e publicado em 2005

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h50
::
:: Enviar esta mensagem

Feliz Ano Novo

Pétalas caem sobre mim e me pergunto: O que está acontecendo? Será a primavera? Será um nascimento? Que está acontecendo? Não, nada disso  algo especial acontece... É o amor O meu amor. Por todos que participam do meu dias dia real ou virtual amigos e parentes Amo cada um de vocês.

Feliz Ano Novo

 

HELÔ ABREU

 

Aos que tiveram perdas de parentes, pais, amigos no ano velho Feliz Ano Novo, pois com elas cresceram e aprenderam. Aos que escondem a criança que têm dentro de si e aos que se passam por palhaço para escamotear as tristezas.  Feliz Ano Novo  Aos que se escondem da vida jamais permitindo que seus sentimentos se transformem em lírios de amor. Feliz Ano Novo Aos homens que acumulam bens desperdiçam a virtude, acumulam poder e semeiam mágoas, ganham a fama pisam em sentimentos. Feliz Ano Novo aos desprovidos de bondade, cegos de sonhos, ansiosos de ambições esfomeados de glória. Feliz Ano Novo aos fracos que não sabem voar, aos que sendo sábios são medíocres, aos que podem lutar e não o fazem. Feliz Ano Novo aos que fazem do corpo uma catedral, jejuam por  causa da beleza mendigam a admiração convencional. Feliz Ano Novo Aos que ficam vendo a vida passar, e nada fazem para a melhorar. Feliz Ano Novo aos que se trancam em prisões abrem com fúria seus caminhos. Novo lhes seja o Ano que nasce, pois infelizes transformam tudo á seu redor em lamúrias e dores  e se vestem apenas com os trapos de seus medos. Que este ano, para todos que sofreram por vaidade ou por dores das quais não foram culpados, que seja um Ano Novo que alimente suas vidas e as transforme num mundo de sol e de esperanças FELIZ ANO NOVO...

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h53
::
:: Enviar esta mensagem

A Cada Ano Que Termina.

A Cada Ano Que Termina.
Marcial Salaverry.

A cada ano que termina, a cada ano que inicia,
felicidades desejamos, boa sorte auguramos...
E nossa vida continua...
Se mudanças teremos quando ocorrerem, saberemos...
Não podemos vaticinar, mas apenas desejar, alguma coisa mudar...
Resta-nos então aguardar viver em paz, vamos procurar o que está errado mudar...
Ou ao menos, tentar...
O restante, continuar, sem grandes mudanças provocar...
E assim vamos vivendo...
O novo ano correndo...
Para quando estiver terminando...

Novas mudanças estaremos programando...

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h43
::
:: Enviar esta mensagem

As Famosas Resoluções De Ano Novo

As Famosas Resoluções De Ano Novo

Marcial Salaverry

 

É um hábito que todos temos muito arraigado, ou seja, as famosas resoluções de Ano Novo. A cada ano que começa, geralmente nos olhamos no espelho, e resolvemos uma série de coisas que, em sua grande maioria jamais serão realizadas... Seja por falta de oportunidade, seja por falta de um maior empenho, seja lá por qual motivo for, o certo é que em sua maioria ficam apenas no planejamento, principalmente se for algum regime... Geralmente temos, perfeita consciência da impraticabilidade de tais resoluções, mas as tomamos e garantimos que serão cumpridas à risca. Até tem quem acredita nisso...Ocorre que geralmente um ano é sempre a continuação do outro, portanto, a maior possibilidade é tudo continuar da mesma maneira.  Algumas novidades, geralmente são decisões já tomadas antes e que vão sendo resolvidas, ou não. Tudo depende da imponderabilidade de certas coisas que estão um pouco acima de nossa compreensão, e é aí que está o real gosto pela vida. Não posso conceber as coisas saírem exatamente como planejadas.  Parece que assim a vida perde a graça, fica meio que robótica.  As jogadas que o destino faz com nossas famosas decisões é que realmente faz com que a vida valha a pena ser vivida. Sempre temos que estar atentos para tais surpresas.  É importante traçarmos alguns objetivos pelos quais devemos batalhar, pois não podemos jogar tudo nas costas do famoso Destino. Não é porque planejamos para o ano passado uma gloriosa viagem a Disneyworld, e o máximo que conseguimos foi ir até o Guarujá, que devemos desistir daquele objetivo... Temos que analisar as circunstâncias que nos impediram de realizar aquela viagem e ver se os obstáculos poderão ser contornados. Não é todos os anos que o Bin Laden vai brincar com bombinhas. Se a compra daquele apartamento não foi concretizada porque a sogra quebrou a perna e tivemos que ajudar nas despesas (isso porque ela nunca quis fazer um Convênio...), podemos adiar para este ano (se bem que ela ainda tem a outra perna...). Enfim... Temos que fazer planejamentos, traçar objetivos, mas não tomar decisões.  Uma decisão tem um quê de irrevogabilidade, e causa frustração quando não dá certo.  Um planejamento, porém, é algo que pode ir sendo mudado conforme as coisas vão acontecendo. O grande tesão da vida é ir vivendo à medida que o tempo vai passando.  Nem devemos lamentar azares ocorridos, nem tampouco devemos planejar grandes coisas. Muitas vezes deixamos de viver o momento presente porque temos algo grandioso planejado.  Então nos agarramos àquele sonho e deixamos passar algumas oportunidades interessantes. Por exemplo, algumas pessoas que esperam encontrar o grande amor de sua vida, aquele alguém que irá provocar um enorme boom em seu coração...Muitas vezes esse alguém pode estar ao seu lado, ao alcance de sua mão.  Mas não é aquele sonho acalentado, e deixa-se essa oportunidade esvair-se, só porque está fora dos requisitos que foram preestabelecidos.   Ao invés de viver o momento, de aceitar aquele romance,  continuou tentando realizar o “grande sonho”, tentando encontrar aquele alguém super especial. E isto vale para tudo na vida. Devemos sempre viver o momento presente.  Claro que um certo planejamento deve ser feito. Mas não devemos deixar que as famosas decisões, que os grandes sonhos se transformem em obsessão, impedindo-nos de enxergar o óbvio, que muitas vezes está a nosso alcance, e que poderá terminar por nos trazer a tal da felicidade. Então esta é a minha decisão para este ano: CONTINUAR VIVENDO e, claro, continuar escrevendo, pelo menos enquanto os dois últimos neurônios sobreviventes continuarem trabalhando.  Se algo mais acontecer, poderá ser considerado um baita lucro...Nessa expectativa, espero que todos tenhamos UM LINDO DIA. E, claro, mudando de ano, à meia noite do dia 31 de Dezembro... Não se esqueçam

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h33
::
:: Enviar esta mensagem

Feliz Ano Novo

Feliz Ano Novo

Tarcísio e família - Feliz Ano Novo

 

Meu amigo, minha amiga, reflitamos um pouco:

Este é um momento de esperança...

Um momento de sonhos...

Uns momentos de anseios...

Um momento de acreditar nos ideais...

Este é um momento de fé, de esperança...

Mas é principalmente, um momento de amor...

Esse amor deverá ser traduzido por uma mão estendida ao inimigo, levando-lhe o perdão.

Feliz Ano Novo

Um 2007 abençoado cheio de conquistas, fartura,

 e muita prosperidade para você e para a sua família.

Brasília

30/12/2006

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h20
::
:: Enviar esta mensagem

Feliz Ano Novo!!!

Feliz Ano Novo!!!

Arneyde e família

 

Aos amigos queridos, venho desejar mil votos de felicidades em 2007.

Agradecendo a amizade e o carinho de todos e que na virada do ano,

estejam onde estiverem, lembre-se de que aqui tem uma amiga orando por vocês.

E fazendo um grande brinde à vida.

Amo-os demais!!!

Obrigado pelas alegrias somadas durante esses anos

31/12/2006

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h16
::
:: Enviar esta mensagem

Formatação de Feliz Ano de J.Eduardo

 

 José Eduardo

 

Quero agradecer a todos pelo bom convívio no ano 2006.

E que em 2007 a gente faça uma puta farra e que nos divirtamos bastante.

 Aqui todos somos protagonistas no maior show do mundo.

 O nosso Show

  Feliz Ano Novo

 

 

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h14
::
:: Enviar esta mensagem

Em 2007

Em 2007

 Freya

 

Seja feliz nos seus sonhos, e tenha a felicidade de buscá-los...

Seja feliz nos seus projetos, e tenha a felicidade de realizá-los...

Seja feliz nos seus desejos, e tenha a felicidade de concretizá-los...

Seja feliz nos seus sucessos, e tenha a felicidade de obtê-los...

Enfim seja feliz sempre porque ser e STAR_FELIZ são tudo de bom!

Seja Feliz!

Feliz Ano Novo!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 21h07
::
:: Enviar esta mensagem

Trate quem você ama como uma pessoa qualquer e logo...

Trate quem você ama como uma pessoa qualquer e logo

você será uma pessoa qualquer para quem você ama"

Aldo Novak

Há bilhões de pessoas no mundo, mas apenas algumas delas são essenciais em seu coração. Algumas tornam o Universo especial para você e dão sentido à sua própria vida. Algumas serão lembradas até seus últimos dias na Terra. Algumas  são importantes para você apenas por estarem aqui, por existirem.  Você não se importa com a roupa que elas vestem, e elas não se importam com a sua. Você é parte essencial do quebra cabeças da vida delas. Essas pessoas, por seu lado, são parte essencial dos quebra-cabeças da sua vida. Você não tem interesse na conta bancária delas, e elas não têm interesse na sua. Você vê através delas, por isso as rugas não importam. O tempo, não importa. Para elas, você é aquilo que existe em seu interior. São poucas - muito poucas -, essas pessoas especiais. É difícil explicar como alguém se torna essencial na pintura da sua existência, mas você sabe que o tecido que define sua posição no mundo seria incompleto sem essas pessoas. Você pode pensar nelas agora, porque são aquelas que parecem ter marcado encontro com você antes mesmo do nascimento. Ainda que seja apenas uma impressão, é um sentimento que as destaca do mundo. Talvez sejam filhos, talvez sejam pais. Talvez um amor. Talvez alguém improvável.  Se forem pessoas muito especiais, e você quer que continuem a serem especiais, trate-as como pessoas muito especiais. Mantenha sua palavra para com elas. Nas menores promessas, dita e não ditas. Drible o mundo para estar com elas. Nos dias de sol. Nos dias de chuva. Não minta para elas. São partes de você. O que disser que vai fazer para elas, faça. Faça sempre. Quem você ama, deve ser tratada como sendo alguém que você ama. Não trate essas poucas pessoas como qualquer um. Como diz Irma Knutz "trate quem você ama como uma pessoa qualquer e logo você será uma pessoa qualquer para quem você ama". Não acontecerá do dia para a noite. Mas, assim como uma planta vai secando aos poucos, se não receber luz e água, aquilo que torna aquela pessoa parte essencial de sua vida desaparece, se o tratamento, entre você e ela, for o mesmo dado ao resto do planeta.  Você pode ter muitos amigos, mas não estou falando deles. Você sabe exatamente de quem eu falo. Só você sabe. Trate quem você ama como uma pessoa qualquer e logo você será uma pessoa qualquer para quem você ama.

www.academianovak.com.br

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h11
::
:: Enviar esta mensagem

Se eu pudesse

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h51
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagem

Mensagem

MariaMelo

Se bastassem  poemas de paz  para explicar o Natal,

àqueles para quem tanto faz, àqueles que só fazem mal,

convocavam-se os poetas para escreverem no espaço,

até cansar as canetas, até fechar um abraço, à volta

de toda a terra, à volta do Universo, acabando assim a

guerra no eco de um simples verso.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h42
::
:: Enviar esta mensagem

Para o meu amor.

Para o meu amor.

José Eduardo C. Trefiglio.

 

Depois de você os olhos recusam as horas e as minhas mãos procuram as suas

na tentativa da verdade do aqui, realidade, no calor dos seus braços,

o doce prazer dos seus lábios.


Depois de você qualquer ausência me dá tanta saudade, uma dor imensa em saber

que nós estamos sós com desejo de estarmos juntos...
Mas juntos estamos no amor de hoje, sempre.

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h38
::
:: Enviar esta mensagem

Em busca da Paz...

Em busca da Paz...

Veruska

 

Que esta luz te traga a força da natureza e a Paz tão desejada.

Dedique um pouco do seu tempo, hoje, e todos os dias de sua jornada neste Planeta na prática da meditação.

Emita pensamentos de amor, de carinho e união.

Estenda esses pensamentos ao mundo inteiro e com isso transforme seu interior.

Ajude a Humanidade  a desenvolver o sentimento de "Fraternidade".

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h36
::
:: Enviar esta mensagem

A Dama da Rosa / Dama da Rosa Rainha

A Dama da Rosa / Dama da Rosa Rainha

Milamarian & Alejandro V. Lima.

 

Em frente ao espelho dispo a seda alheia à face que reflete saudade nas tristes horas em total nulidade do perfume vestido na alameda.

Aproximas-te olhando-me,  tiras a tiara e despes a seda passo felino, olhar de gazela, figura de real majestade não sei se é sonhos em véus, ou a mais bela realidade como a Vênus de Botticelli emerges qual pérola ou fada.

Senhora que sou nem mesmo de mim atravesso as cortinas e me desfaço, pois o aroma deitado naquele terraço sangra a dor da tua ausência sem fim.

Dama da Rosa,  dona e senhora de todo e de mim, olhar-te és sentir como se funde ante o fogo o aço e ao mirar-me nesses olhos asiáticos me queimo e abraso tristeza em tua ausência e ao regresso alegria sem fim.

Metade de dois, dois menos um, sou vazio na ânsia de ir e voltar sou o zero! Sem ti... Sou nenhum.

Soma de um e um, nós, só teu amor e mais nenhum te procurei de mil formas e em todas até te encontrar hoje ímpar que forma o par,  ante Deus,  e todo algum.

Dama que nas manhãs ainda chora sou rainha sem rei nas tardes a esperar a rosa vermelha do hoje e agora.

Dentre todo império,  és e serás a bela Dama da rosa soberana entre soberanas, sou um súbdito a tua espera rainha de toda a poesia, dama dona,  ama e senhora.

Japão - 23.12.2006

Portugal - 24.12.2006.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h32
::
:: Enviar esta mensagem

Criança sofre pelo que não ouviu. Descubra como

Criança sofre pelo que não ouviu. Descubra como

Rosemeire Zago


Sabe aquelas palavras que não foram ditas, mas soam ao longo da vida como se um dia as tivéssemos ouvido? São sentimentos que registramos como se fossem palavras reais: não há ninguém responsável aqui. Ou: você não é tão bom o bastante, você não é tão bonita quanto sua irmã, sua prima tira boas notas, mas você..., Você nunca vai prestar para nada. Ou: nada que faz é bom, sempre faz tudo errado, você poderia ter feito melhor. Quando se é criança é uma tragédia ouvir no silêncio que existe algo errado em você, ou sentir que esperam que aja, ou seja, diferente de quem você é. É a conversa que não tinha a intenção de ser ouvida, que ficou suspensa no ar, mas que as crianças sentem, vagamente, e se instala na alma. Mesmo que não  sejam ditas, as mensagens são ouvidas na psique da criança com tanta clareza como se cada palavra houvesse sido pronunciada com todas as letras. A palavra não-dita é prejudicial e pode levar uma pessoa à loucura, porque não há evidências do que está realmente acontecendo. É como a criança que vê a mãe chorando após uma briga e ao perguntar o que houve, recebe a simples  resposta: nada! Como nada? Alguém briga e chora por nada? Claro que a incoerência entre o que se demonstra e o que se fala só será percebida quando adulto, pois a criança não tem a percepção para diferenciar e analisar os fatos. Apenas as sentem, nunca conseguindo saber de onde vieram, quem disse, ou o que queria exatamente dizer. A palavra pode ferir e magoar, mas as mensagens sussurradas devoram a confiança da criança. Desta forma o ambiente familiar se torna um lugar que não reflete de volta para ela quem é ou sente. Como disse Jung: "O que a criança muitas vezes capta são os conflitos não-resolvidos de seus pais". A criança precisa entender e tornar consciente seus sentimentos, ouvir alguém confirmar que a mensagem não-falada é, na realidade, verdadeira. Muitas pessoas acreditam que negar ou evitar falar dos fatos reais irão poupar a criança de sofrer, porém o sofrimento consciente, saber que está ouvindo a verdade, é o que salva. Quando a criança não tem a confirmação do que está vendo e sentindo, acaba também por não se permitir vivenciar os próprios sentimentos de tristeza, raiva, perda, frustração, gerando  sentimentos distorcidos. Quando existe uma pessoa significativa no mundo da criança, em quem ela deposite confiança, amor, ou que possa interpretar para ela o que ela mesma está sentindo, essa criança irá vivenciar sua realidade como uma realidade verdadeira, mas se acontece o contrário, constantemente sentindo algo que sozinha não consegue interpretar, mas que seus sentimentos não coincidem com a explicação dada, ela desconfiará tanto desse adulto como de si mesma, podendo gerar insegurança quanto aos próprios sentimentos. Para impedir que as palavras sussurrem, o adulto deve dar voz ao que é demonstrado. A linguagem, ou seja, dizer claramente o que está acontecendo é tão importante para os universos infantis, que há pesquisas e estudos provando o poder da verdade para a cura. Em Paris há um hospital que acolhe as futuras mães que pretendem "dar" seus filhos assim que nascerem. Sendo alto  o índice desses bebês desenvolverem alguma doença após o nascimento, profissionais treinados conversam com esses bebês, explicando sua condição verdadeira, obtendo assim, curas. Você se lembra de algum fato que registrou, mas que na época não recebeu nenhuma explicação? Era muito comum não explicar nada às crianças em casos de separação ou morte, deixando a criança à revelia com seus sentimentos, dúvidas e medos, que permanecem, mesmo quando adultos, quando estas situações novamente vêm à tona. A criança sente o que sente, mas sua linguagem e sua capacidade para interpretar tais sentimentos não estão plenamente desenvolvidas. O ideal é que o adulto, que possui a capacidade de racionalizar e verbalizar, se responsabilize de observar e refletir o que a criança está sentindo. Não havendo essa confirmação de seus sentimentos, a criança poderá se sentir errada, culpada e desorientada. Para desfazer o dano que esses murmúrios podem causar é preciso tornar real a mensagem do que esteja acontecendo, seja qual for. É importante ajudar a criança a entender o que ela está sentindo, sem julgar se está certo ou errado. A criança precisa que todos seus sentimentos verdadeiros sejam confirmados, para que possam desenvolver a confiança em si mesma. Quando ela sente que seus pais nunca confirmarão o que sente, acaba desistindo e desenvolvendo uma persona (máscara) falsa. Ou seja, quando a criança não tem permissão para ser quem é e vivenciar seus próprios sentimentos, poderá tornar-se uma outra pessoa. Às vezes nos escondemos tão bem que, com o tempo, nem mesmo nós conseguimos mais reconhecer nossos próprios desejos e sentimentos. É quando no sofrimento das depressões, ansiedades ou alguma outra doença, podemos ser forçados a ir a busca de respostas em nosso eu verdadeiro e assim encontrar essa parte escondida de nós. É isso que se propõe o trabalho de reencontro com a criança interior: descobrir o que ficou escondido e que tanta falta nos faz, para que possamos ser capazes de voltarmos a ouvir a nós mesmos. A criança interior é para Jung algo que existiu não só no passado, mas que também existe agora, apesar das resistências em aceitá-la. É à parte de nossa psique que vivencia a angústia e o sofrimento. A menos que nos tornemos conscientes dessa criança dentro de nós, iremos às vezes comportar-nos de modo inconsciente, mobilizados por essa parte que existe em nós. Muitos reprimem ou ignoram as vivências de sua infância e de sua criança. Quando temos essa espécie de cegueira, estamos limitando nossa consciência e capacidade de viver a vida. Se não ouvirmos a criança interior que ainda existe dentro de nós, seremos como os pais que não ouvem seus próprios filhos.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h28
::
:: Enviar esta mensagem

Lista de Pedidos.

Lista de Pedidos.

Ralph Marston

 


Imagine o seguinte: você acorda uma manhã e rapidamente descobre que tudo que você imagina aparece instantaneamente, por mágica, na sua frente. Você pede um carro esportivo novinho e puf! – ele aparece na sua garagem. Você pede para ficar com um corpo maravilhoso e puf! – você se transforma. "Isto é divertido", você começa a pensar. Você pede um bilhão de dólares na sua conta e, de repente, o dinheiro está lá. Aí você raciocina que na verdade nem vai usar aquele dinheiro, porque não precisa comprar mais nada. É só pedir. Você pede um computador novo, um filhote de cachorro, uma mansão, alguém para amar. Tudo aparece instantaneamente. As manifestações físicas de todos os seus desejos começam a rodeá-lo. Depois de um certo tempo, a coisa fica fora de controle. Mesmo o mais  simples dos pensamentos causa um puf! E outro artefato aparece no topo da pilha, cada vez maior. De repente, a brincadeira começa a ficar chata e sem sentido. Do que adianta tudo isso? Você começa a ficar ressentido com seus desejos, porque eles estão enchendo sua vida de lixo inútil. Você não  consegue escapar. Finalmente, você deseja não ter mais este poder, e esse desejo também é concedido. Instantaneamente, toda a pilha de coisas que tinha aparecido desaparece e você é deixado apenas com a experiência e um pouco mais de sabedoria. Você começa a ter uma profunda e renovada apreciação pelo valor do esforço. Você descobre que seus desejos não são satisfeitos pelos objetos que você  deseja, mas sim pela pessoa em que você se transforma ao procurar realizar esses desejos. Se você pudesse ter qualquer coisa que existe no mundo, a vida que você tem hoje – mesmo com suas lutas e frustrações - é o que você  escolheria em lugar de todo o resto.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h25
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..