Quem compreende o coração do poeta...

Quem compreende o coração do poeta...

S.Bernardelli

 

Quem compreende o coração do poeta...Suas poesias são feitas de sentimentos de raiva, indignação, surpresa, amor ou sofreguidão.Às vezes ele está amando, outras vezes não.

Quem compreende o coração do poeta...Que se apóia em ti para solfejar seus versos; Que usa a dor para suas rimas darem certo...

Quem compreende o coração do poeta...Que dizem sermos sábios quando na verdade estamos sempre aprendendo; Que se finge de forte para que não ouçam seus lamentos...

Quem compreende o coração do poeta... É o amigo que segue junto em caminhada na sua interior progressão; Que aplaude as suas vitórias com toda alegria e emoção...

Quem compreende o coração do poeta...Que todos querem como irmão e, que quando necessitam, lá está ele, a estender-lhe as mãos.

Quem compreende o coração do poeta... Que fala de política e de perdão, mas não verdade a única coisa que almeja é somente a paz e a união.

Quem compreende o coração do poeta... Que tem a noite, a madrugada para sua composição. Que quer apenas de todos, nada mais que Amor e Gratidão.

Esse é o coração do poeta... Estando ele, amando ou não...

17/09/2006

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h22
::
:: Enviar esta mensagem

Estranhas Lágrimas

Estranhas Lágrimas

Félix Pacheco

 

Lágrimas... Noutras épocas verti-as.
Não tinha o olhar enxuto como agora.
- Alma, dizia então comigo, chora!
Que assim minorarás as agonias!

 

Ah! Quantas vezes pelas faces frias, umas, outras após, a toda hora,
gota a gota rolando elas, outrora, marcaram noites e marcaram dias!


Vinham do oceano d’alma, imenso e fundo, de espuma as ondas salpicando o flanco,
numa fremência amargurada e louca.


Nos olhos hoje as lágrimas estanco...
Rolam, porém, sem que as descubra o mundo sob a forma de risos pela boca.

1879-1913

:: Postado por Sandra Bernardelli às 01h00
::
:: Enviar esta mensagem

Desalento

Desalento

Milamarian

 

Na lágrima que já não rega a alma e na solidão disseca

no frio da noite sugando toda a gota deste ser impotente

na última luz da lua que nesta fria areia já não refresca

e se agrava no tédio em incrustado pó nesta vida decadente.

 

Infame no derrame destes versos jogados neste solo

arde em negro fogo encaminhando-me à escuridão

e a alma inerte sobre o frio mármore onde imolo

o último sonho colado no papel mata-borrão.

 

É uivo descendo em ardentes lavas de mãos brutais

escarnecendo nas lembranças a toda hora em qualquer chã

a póstuma decadência na despedida dilacerada nos canaviais.

Desalento...Nos fechados olhos comparecem a cada manhã.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 00h47
::
:: Enviar esta mensagem

Tristeza

Tristeza

Sandra Ravanini

 

 

Jaz ela deitada diante da noite bebendo a fresca,

contempla a cheia da lua na palidez indiferente,

e n’alma a poeira agiganta a trinca da vida seca.

 

Tristeza é uma decrépita lágrima na geada cadente.

No rosto a ignomínia e a derrota sulcada nos olhos,

no peito um enorme espaço sangrando a escravidão,

o corpo no cansaço da treva e na espera o desconsolo.

 

Tristeza é o sonho terminando no pesadelo da solidão.

O gemido que vara a fresta da porta feito choro de pai,

o semblante que baixa a vergonha doutra tentativa vã,

a viagem antes da hora e uma saudade doendo demais.

Tristeza é dormir e saber que não haverá mais amanhã.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 00h43
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..