Sou Cigano / Sou Judeu

Sou Cigano / Sou Judeu

Magno

 

Repetidamente todos vêm me perguntando se sou judeu.Respondo prontamente que não, eu sou o que sou.Eu sou eu!Sou um eu sem eira nem beira sem nacionalidade, sem data de nascimento, sem idade e também sem naturalidade, nasci num local chamado Bel Viti, que sei lá onde fica.Sei que existe um lugar com esse nome , pois assim me deram a dica sei que desde que nasci vivo procurando um lugarzinho para descansar, uma pessoa para me acompanhar, alguém que ajude a viver, alguém que me ajude a amar.Esse almejo com certeza é o desejo seu, meu e de qualquer ser vivente, pois é uma conclusão lógica e inteligente.Queremos vive em Paz e calmaria, sem impor nossas tradições e muito menos impor nossas religiões.Sou Cigano de nascimento e vou morrer cigano seja numa casa ou ao relento, mas vou viver como desejam os judeus que conosco compartilharam esta triste sina.Viven hoje para esperar a morte amanhã, se possível tranqüila e bem calma.Então só assim conseguiremos um descanso eterno para nossa Alma.Sou Judeu, Sou Cigano, Sou religioso, Sou Ateu sou bom, Ímpio, e acreditem: Puro; Sou um Filho de Deus!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h31
::
:: Enviar esta mensagem

! ... Sou... !

! ... Sou... !

Masé Frota

 

Sou teu sonho lúcido de amor, sou tua vida em meu calor sou teu olhar a me olhar, sou tua ânsia a me amar .

Sou teu louco divinal momento sou tua jura criada ao vento sou teu destino, a tua mão sou tua alma viva, à solidão.

Sou paixão alucinante a procurar-te sou agridoce...

Ao te beijar sou explosão...O teu ensejo.Sou lareira... E teu desejo.

Sou um carinho feroz e permitido sou um vão paraíso perdido sou um abraço apertado sou um pulsar descompassado.

Sou teu sussurro;   Sempre ouvido, Sou teu deslize;   Surda euforia sou tua lágrima; Entre sorriso,

Sou tua real e irreal; Fantasia Sou teu clamor; Encantado sou teu Amor consumado.

Fortaleza-CE

2006-07-24

:: Postado por Sandra Bernardelli às 22h27
::
:: Enviar esta mensagem

Além da força

Além da força

Dea Maia

 

Na dor, mesmo por alguns instantes, até os mais fortes guerreiros e heróis se deixam abater.

Tornam-se pequeninos grãos de areia engolidos pelo mar que os leva pra tão longe.

Nessa viagem a fraqueza tão temida se torna motivo maior de sobrevivência.

Encontramos o colo mais inesperado e o carinho mais real.

E muitas vezes, quando procuramos os fortes e poderosos para dividir nossas angústias, esses não existem mais em sua vida. Fomos algo quando estávamos fortes...Agora somos parte de um passado distante.

É no colo mais frágil que o abrigo se torna mais seguro.

É nele que posso repousar e dormir em paz!

Desejando uma noite de paz a todos, e agradecendo aos colos em que me deitei e aos ombros em que derramei minhas lágrimas...Meu carinho e meu amor de coração!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h47
::
:: Enviar esta mensagem

Além das Estrelas

Além das Estrelas

Guida Linhares

Além das estrelas eu quero ir à imensidão do espaço viajar.

Olhar a terra ao longe a sumir sentir leveza ao me libertar.

Além das estrelas eu quero seguir e finalmente  encontrar paz perdida do meu pobre sentir.

No vácuo frio eu quero deixar da solidão, toda a minha angustia.

Além das estrelas, em sono vagar no calor fustigante que alumia quero queimar as dores do amor

purgando os antigos pecados da alma que sofre vazia.

Além das estrelas eu quero chegar na luz derradeira emanada tocar.

A alma purificar enfim me libertar me renovar para finalmente voltar a sonhar!

Santos, SP.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h37
::
:: Enviar esta mensagem

Serenata do Adeus

Serenata do Adeus
Vinícius de Moraes


Ai, a lua que no céu surgiu não é a mesma que te viu
Nascer dos braços meus...
Cai à noite sobre o nosso amor e agora só restou do amor
Uma palavra: adeus...
Ai, vontade de ficar, mas tendo de ir embora...
Ai, que amor é se ir morrendo pela vida afora é refletir na lágrima
o momento breve de uma estrela pura cuja luz morreu...
Ò mulher, estrela a refulgir pane, mas antes de partir rasga o meu coração...
Crava as garras no meu peito em dor e esvai em sangue todo o amor toda a desilusão...
Ah, vontade de ficar, mas tendo de ir embora...
Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora é refletir na lágrima
o momento breve de uma estrela pura cuja luz morreu numa noite escura
triste como eu...

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h35
::
:: Enviar esta mensagem

O Suprimento Universal

O Suprimento Universal
Sara


Abundância é a palavra da criação. O potencial de riqueza espiritual assim como do universo é ilimitado e está a espera da descoberta e da exploração da consciência do homem. Teorias que pressupõem carências ou limites no universo são falsas. Não há nada que falte em Deus ou nos alicerces espirituais embora seja verdade que existam limitações materiais, no mundo físico finito. Conceitos de suprimento universal, porém, devem ser considerados mais importantes do que a moldura material de referência. Tanto o material quanto o espiritual provêm da mesma fonte e esta fonte é inesgotável. Coisas como que conhecemos visíveis, tangíveis, algumas vezes impressionando-nos como indicadores de nossa habilidade de conquistar, fazer ou mesmo processar matéria prima e torná-la objetos de arte, aos poucos serão consideradas “ultrapassadas” no ambiente humano, à medida que nos transportamos do nível puramente físico para o nível mais etérico de existência terrena. Embora esse processo vá demorar (em termos de tempo físico) para alcançar seu objetivo, seria de grande sabedoria se começássemos a adaptar-nos agora às nossas noções mais apuradas sobre a verdadeira natureza da plenitude universal. Embora saibamos que a Lei de Conseqüência é aplicável a todas as situações, muitas vezes parece que os tesouros materiais estão sendo indiscriminadamente criticados e postos de lado, sem que se leve em conta o esforço e o mérito individual. O filho do milionário, aparentemente não fez nada para merecer este presente financeiro, mas seu futuro econômico parece garantido. O jogador que fez sua fortuna e, as donas de casa que ganhou o grande prêmio da loteria são consideradas, normalmente, mais como “pessoas de sorte” do que merecedoras. Aqueles cujas tendências e esperanças estão·focalizadas e baseadas na sorte material podem eventualmente atingir este degrau de satisfação, embora isto não ajude em nada quanto ao seu futuro espiritual. A fortuna material tem seus limites e se for esbanjada, ela se perde em vários sentidos: mesmo se usada de maneira inteligente e se os lucros continuarem a se acumular, deve haver sempre um critério de como gastar, pois há sempre uma responsabilidade do que se recebe. Já o tesouro espiritual, se multiplica à medida que é usado, não dentro dos limites legais que governam as taxas de lucros, mas eternamente. A expansão suprimento é determinada somente pelo uso a que se destina e pela atitude com a qual é recebida e aplicada. Se o tesouro for guardado ele se perderá, ao contrário do ouro. Um dia o Ego que procura acumular saber cósmico sozinho, ao abrir seu "cofre” perceberá que seu tesouro se dissipou. Contudo, aquele que procura o saber e força espiritual a fim de ser um trabalhador mais digno e efetivo nas vinhas de Cristo, encontrará seu estoque de dádiva cósmica aumentado assustadoramente. Talvez não tenha dinheiro para comprar coisas materiais, mas terá força espiritual, intuição, visão interior, poder de decisão e discernimento para lidar com as mais adversas e desconcertantes situações humanas e resolvê-las da melhor maneira para que possa trazer benefícios duradouros a todos. As coisas terrenas ficarão ultrapassadas se não possuírem um significado espiritual. Mas, se usados de maneira correta, têm naturalmente um lugar considerável em nosso esquema evolutivo. O uso adequado e compensador desses bens, só será possível se a compreensão espiritual for de tal forma desenvolvida, que o interesse mútuo e não o pessoal seja a grande força motriz destas atitudes. Esta compreensão, por sua vez, está baseada na lei do Amor Universal. Nosso futuro se baseia no estado de nosso desenvolvimento espiritual - no tesouro que podemos levar conosco - e, aí novamente o suprimento de tal tesouro não ter limites. Para compartilharmos inteiramente deste tesouro precisamos chegar à Fonte dos Suprimentos. Nós nos fortalecemos espiritualmente em proporção direta à ação espiritual. Quanto mais de acordo vivemos com a lei da Natureza e nos mostramos preparados e ansiosos para compartilhar nosso tesouro com os demais, servindo a “divina essência”, mais abundante a opulência universal descerá sobre nós.Aquele que procura o manancial de abundância espiritual não precisa olhar muito longe, basta olhar para dentro de si mesmo. Não é necessário mais nada Certamente Deus já nos deu e dá a todos este presente inestimável, mas precisamos saber receber e “desembrulhar” esta dádiva.

Adaptado de um artigo da revista “Rays from the Rose Cross” da Sede Mundial

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h33
::
:: Enviar esta mensagem

Abraça-me...

Abraça-me...

Millie

Abraça-me...
Deixa-me sentir o calor do teu corpo, leva-me ao encontro dos sonhos...
Abraça-me...
Carrega-me em teus braços, para que sinta a força desta paixão...
Abraça-me...
E leva-me com teus carinhos, a conhecer os mistérios deste amor...
Abraça-me...
E olhando-me nos olhos, mostra-me o fogo desta paixão...
Abraça-me...
E mesmo que o tempo nos separe, guardarei o calor dos teus braços...
Eternamente...
SC 29/06/2005

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h17
::
:: Enviar esta mensagem

Olhos!!!

Olhos!!!
Ciducha
 
Os seus olhos, fiscais do meu dia a dia...
Espiões dos meus sentimentos.
Vigias inabaláveis de todos os meus gestos, sentinelas dos meus pensares.
Cá estão... Verdes, azuis, castanhos, cinzas...
Lindos, grandes, calados, insinuantes!
Os seus olhos perseguidores, acusadores, complacentes.
Bússolas que indicam, apontam, sugerem.
Os seus olhos, janelas que se abrem, se fecham.
Correntes que prendem, sufocam.
Os seus olhos que confessam sem nada dizer.
Espelhos d’ alma que não falam, Mas dizem, riem, choram.
Esperam estatelados.
Portos de esperança!
25.07.2005

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h14
::
:: Enviar esta mensagem

Traição

 

Traição

Anayara Melo

 

A traição é uma vivência que enfrentamos mais vezes do que supomos. É uma experiência muito dolorosa porque é uma vivência de separação e rejeição. Fala-se muito na traição amorosa, de uma amizade, de um colega no trabalho. Mas existem outras formas de traição que experimentamos, sem mesmo nos apercebemos disso, no nosso cotidiano. Traímos e somos traídos muito mais do que temos consciência. Vamos, então, entender um pouco mais sobre algumas das outras formas de traições das quais não percebemos como traição.
1-A primeira experiência com a traição, a chamada traição primária, é a que se dá quando nascemos. Nossos pais nos “imaginam” antes de nascermos e assim traem a nossa essência, pois nos impedem de sermos quem realmente somos. Traímos o que somos. Rejeitados pelo que somos./ 2- Tem-se também, a traição com relação à própria família. Temos que nos separar dela. Temos que ganhar o mundo, viver outros relacionamentos afetivos e amorosos. Mas há um impedimento velado, oculto, que nos impede de sair. Com isso, entramos em relacionamentos desgastantes e frustrantes ou que nos ajudam a “fugir” dessa opressão. Mas certamente, cairemos numa armadilha, pois o que não enfrentamos com a família de origem reaparecerá no relacionamento ou na família que construímos./ 3-Então, em função do segundo tipo de traição, vem à traição relativa ao casal. Quando conhecemos uma pessoa vamos montando uma imagem dela. Criamos esta imagem com base em nossas expectativas e não percebemos que a pessoa foi “montada em nossa mente”, ela é apenas uma ilusão. E quando a realidade vai desmantelando a ilusão, descobre-se que se está com uma pessoa estranha (estranha à nossa fantasia). E se pensa que se foi traído, que foi o outro quem nos enganou. O outro também se sente traído, pois se espera dele coisas que ele não possui./ 4-O silêncio é uma forma muito usual de traição. É uma arma poderosa contra o outro, pois nega a própria relação. Relacionar-se implica em diálogo. O silêncio nega a existência do outro. Diante do silêncio, uma pessoa se sente punida e, sem saber o por quê. Sente-se rejeitada e apartada do relacionamento. /5-Traição contra si mesmo. Não respeitar seus valores, suas crenças, suas potencialidades e passar a viver apenas o que espera a coletividade. Atrasando-se ou não cumprindo compromissos, revela o trair e o trair-se. / 6-Traição do corpo. Nega-se o próprio corpo transformando-o em algo que a mídia explora, ou comendo demais, ou comendo de menos, ou adoecendo. Isso nos revela o quanto dissocia corpo e mente, que são partes de um mesmo ser. Se nossa vida emocional não vai bem ela tende a se manifestar no corpo. É uma maneira que o nosso psiquismo tem para alertar que algo vai mal e que nada estamos fazendo. O inverso também ocorre sendo que podemos sonhar que algo em nosso corpo não vai bem. O não gostar do próprio corpo já é uma traição, pois implica em rejeição e separação. Através de uma análise sincera de si mesmo, de uma análise dos motivos psicológicos que nos levam a trair e sermos traídos e que poderemos evitar os excessos e abusos da traição.

Este texto teve embasamento no meu trabalho clínico e no livro Amar Trair de Aldo Carotenuto, da Editora Paulus.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 20h03
::
:: Enviar esta mensagem

Rosas

Rosas
António Castel-Branco
 

As rosas são as flores dos amantes, de várias cores como os sentimentos,
espinhos vários como os sofrimentos, mas sempre bonitas e estimulantes.
Brancas e puras como só o amor, ou vermelhas, rubras como a paixão…
Dar rosas sempre entrega o coração a quem se ama, e a rosa é penhor.
Cheiram como flores do Paraíso…
São inebriantes, toldam-te os sisos.
São impregnadas de aromas e de cor, alimentadas de amor e carinho,

transmitem-no a quem não está sozinho…
Rosas são paz e acabam com a dor.
Sintra, 14/08/2005.

:: Postado por Sandra Bernardelli às 19h51
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..