Tempo que foge!

:: Postado por Sandra Bernardelli às 03h19
::
:: Enviar esta mensagem

Tempo que foge!

Soli Deo Gloria

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço. Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte. Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos. Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos para reverter a miséria do mundo. Não vou mais a workshops onde se ensina como converter milhões usando uma
fórmula de poucos pontos. Não quero que me convidem para eventos de um fim-de-semana com a proposta de abalar o milênio. Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos, normas, procedimentos parlamentares e regimentos internos. Não gosto de assembléias ordinárias em que as organizações procuram se proteger e perpetuar através de infindáveis detalhes organizacionais. Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos. Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões de "confrontação", onde "tiramos fatos à limpo". Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário do coral. Já não tenho tempo para debater vírgulas, detalhes gramaticais sutis, ou sobre as diferentes traduções da Bíblia. Não quero ficar explicando porque gosto da Nova Versão Internacional das Escrituras, só porque há um grupo que a considera herética. Minha resposta será curta e delicada: - Gosto, e ponto final! Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: "As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos". Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos. Já não tenho tempo para ficar explicando aos medianos se estou ou não perdendo a fé porque admiro a poesia do Chico Buarque e do Vinicius de Moraes; a voz da Maria Bethânia; os livros de Machado de Assis, Thomas Mann, Ernest Hemingway e José Lins do Rego. Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita para a "última hora"; não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja andar humildemente com Deus. Caminhar perto delas nunca será perda de tempo.

 

 

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 03h17
::
:: Enviar esta mensagem

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h53
::
:: Enviar esta mensagem

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h52
::
:: Enviar esta mensagem

Amor de Verdade

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h38
::
:: Enviar esta mensagem

 

Amor  de  Verdade

GLÁCIA DAIBERT

 

Hoje assisti a um filme lindo onde um escritor disse a seguinte frase: "O segredo da chave do coração de uma mulher está em dar presentes inesperados em momentos também inesperados" Fiquei pensando nisso, e concluí: como alguém pode perder um grande amor, da mesma forma que facilmente o ganhou?Quando se inicia uma relação, o ser humano dá o melhor de si mesmo; depois, não sei bem o porquê, ele estaciona, se acomoda e vai se esquecendo das palavras doces, dos carinhos inesperados, das surpresas gostosas... E deixa que a relação caia na mesmice, no lugar comum.Aquele mesmo lugar do qual ele queria fugir, do qual estava enjoado. Coisa complicada o ser humano! Não me admira que tão poucos sejam vitoriosos no amor.Há que se cuidar dele como se cuida de um bebê... Com carinho de mãe, com zelo de médico, com eficiência de professor e assiduidade de bom aluno. Exupéry é que estava certo... "É o tempo que perdemos com alguém, que torna esse alguém importante pra nossa vida!" Não se pode amar alguém, sem se “perder tempo” com ele. Todos sonhamos com um amor, paixão, com um amor sentimento e com um amor amizade. Todos, sem exceção. Mas só os privilegiados chegam lá. E não são privilegiados porque chegam, mas chegam porque são privilegiados. Enxergam com olhos que vêem pra dentro, além das aparências, além do visível! São os fortes os vencedores no amor! Homens são, como dizia alguém, seres estranhos; ouvem Chopin, recitam Tagore, encantam-se com as estrelas e depois... Matam-se! Como pode o ser humano, ser tão tolo? Como pode deixar passar a chance de ser feliz no amor? Tenho pra mim - e não é de hoje - que a vida só vale a pena ser vivida, se envolvida na vida de outra vida. Serei eu a única pessoa neste mundo a valorizar o amor? Serei a única a enxergar que quase sempre jogamos pelo ralo um grande amor, por preguiça de lutar por ele? Será que só eu, apenas eu, sei ver com os olhos do coração? Fazer a música tocar até o fim, perder-se em alguém, sem perder-se de si mesmo. "How do you keep the music playing” canta Tony Bennet... Coisa difícil aos comuns mortais, sempre tão ligados à matéria, aos deveres, sempre a olhar pra baixo em direção ao seu próprio umbigo... Nunca sonhar com as estrelas, nunca olhar além do arco-íris. "Over the rainbow...” É lá que se encontra o nirvana... E quantos chegam tão perto e o perdem, porque se detém em atalhos sem brilho próprio...Ou com brilho enganoso!  Ah! As almas humanas... Embranquecem e se deixam murchar. Não vou aceitar viver uma vida sem sonhos. Não vou aceitar, jamais, viver uma vida medíocre de mesmice e cotidianidade sem esperança. Adoro o cotidiano, mas aquele cotidiano rico de alegrias, de sonhos, de tentativas, mesmo que nelas se quebre a cara.Pior que não sofrer é ter um coração vazio, sem lugar pro inesperado, pra mágica das palavras, pros sentimentos densos, intensos, sem senso. Não sofra, ame...

 

 

:: Postado por Sandra Bernardelli às 02h34
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Perfil




BRASIL , Sudeste , CARAGUATATUBA , CENTRO , Mulher , de 46 a 55 anos , Portuguese , Arte e cultura , Livros , animais/cinema ,teatro
MSN -

Meu Humor

Oceâno

Links

:: Potara Mensagens
:: IN MY LIFE
:: D@nizinha
:: target=_blank
::
:: Eu escrivinhando
:: Magia das palavras
:: Penelope Charmosa
:: Arcor de Angela poesia
:: Lara em palavras
:: Confissões no travesseiro
::
:: Eliane Potiguara
:: Letras de Músicas - O seu portal Musical
::

Votação

Dê uma nota para meu blog

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

17/09/2006 a 23/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

11/06/2006 a 17/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

07/05/2006 a 13/05/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

09/04/2006 a 15/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

26/03/2006 a 01/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

Visitas

Créditos

Layout por

..:: Carmem Design ::..
Todos os direitos reservados ©

..::     Carmem Design  ::..